Prisão de Ventre – Como tratar esse mal?

Prisão de Ventre – Como tratar esse mal?

A Prisão de ventre ou constipação se caracteriza principalmente pela dificuldade de evacuação, onde os movimentos do intestino tornam-se menos frequentes e as fezes ficam ressecadas, exigindo grande esforço para evacuar, associado a uma sensação de cólica e desconforto.

Muitas vezes o tratamento adotado remete ao tratamento dos sintomas, ou seja, as medicações indicadas estão relacionadas a melhora do desconforto e estimulo na evacuação das fezes.

Esse problema ataca com maior frequência o público feminino, fatores como ciclo menstrual, gravidez, menopausa e idade avançada agravam ainda mais o problema.

Algumas dicas importantes para melhorar essa condição:

  • Atentar-se as evacuações: observar o horário e frequência das evacuações, não inibir a evacuação de forma alguma e observar o aspecto das fezes.
  • Aumentar o consumo de líquidos: trata-se de uma das medidas mais simples, mas uma das mais eficazes para hidratação das fezes. Sugere-se a ingestão de 1,5 Litros de água diariamente.
  • Atenção na alimentação:

1) procure consumir alimentos que possuam a característica laxativa como mamão, ameixa seca, semente de linhaça, etc. sempre acompanhado com a ingestão de bastante líquidos
2) procure evitar alimentos constipantes como carnes, laticínios, açúcar, farinha branca, café e refrigerantes ou consuma tais alimentos com maior moderação.

 

Normalmente o tratamento adotado está direcionado ao tratamento do efeito do problema, ou seja, as medicações indicadas estão relacionadas a melhora do desconforto e estimulo na evacuação das fezes, mas algumas vezes o tratamento não é direcionado para permitir que seu organismo trabalhe corretamente de acordo com sua biologia, para suprir essa necessidade a utilização de Prebioticos, Probioticos e Simbioticos tem se mostrado extremamente eficaz, através da utilização de bacterias benéficas que vivem no intestino e atuam na melhora da saúde geral do organismo, trazendo benefícios inúmeros como facilitar a digestão, melhora do ciclo digestivo, etc.

Esse problema tem maior incidência no público feminino, fatores como ciclo menstrual, gravidez, menopausa e idade avançada agravam ainda mais o problema.

Temos excelentes opções de tratamento com custo acessível que tem apresentado resultados surpreendentes!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat